Valor >> Powell no Fed pode trazer fluxo de volta ao Brasil, diz analista

SÃO PAULO  –  A confirmação do nome de Jerome Powell para suceder a atual presidente Janet Yellen no comando do Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos, pode trazer um alívio aos mercados, que sofreram nos últimos dias com essa indefinição, na visão do sócio gestor da Rosenberg Investimentos, Marcos Mollica.

“A dúvida sobre quem assumiria o Fed gerou uma redução de fluxo para emergentes de um modo geral. O Brasil sofreu mais porque vinha de uma onda de muito otimismo e também porque viu o cenário político piorar”, explica. “Com a escolha de Powell, o dinheiro pode voltar devagarinho”, diz o analista.

Powell representa a continuidade da política gradualista conduzida por Janet Yellen, explica Mollica. “O juro deve subir de forma gradual e a redução do balanço do Fed deve seguir no piloto automático”, prevê.

Com isso, o sócio gestor da Rosenberg Investimentos espera que haja um movimento de apreciação do real e também uma recuperação do Ibovespa, que perdeu os 75 mil pontos nos últimos dias, em grande parte por causa do clima de maior apreensão que se instalou no mundo.

Mollica diz que existem elementos domésticos que também ajudam a explicar a piora do desempenho dos ativos locais. “O mercado desanimou com a possibilidade de haver uma reforma da Previdência este ano”, diz.

Além disso, parece haver uma mudança no nível de confiança dos agentes sobre o resultado da eleição presidencial. “Acho que a ficha, de que a eleição não será tão simples assim, está caindo”, diz Mollica.

De todo modo, reitera, são os elementos externos que tiveram maior peso sobre a dinâmica dos negócios nas últimas semanas. “Houve bastante redução de alocação para emergentes de um modo geral e o Brasil sentiu”, diz o especialista.

Fonte Oficial: http://www.valor.com.br/financas/5180503/powell-no-fed-pode-trazer-fluxo-de-volta-ao-brasil-diz-analista.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!