Valor >> Petróleo fecha em alta e atinge a máxima em mais de dois anos

SÃO PAULO  –  Os preços do petróleo futuro atingiram as máximas em mais de dois anos em um forte movimento de valorização nesta sexta-feira. Os ganhos aceleraram a partir dos dados de sondas de petróleo em operação nos Estados Unidos, da Baker Hughes, que mostraram uma sólida queda de 8 unidades na semana passada. A contagem é vista como um indicador antecedente de atividade do setor.

O contrado futuro WTI para entrega em dezembro fechou em alta de 2% a US$ 55,64 o barril na New York Mercantile Exchange, no maior nível desde julho de 2015. O contrato do Brent para janeiro teve avanço de 2,4% a US$ 62,07 o barril na ICE Futures, em Londres, na máxima em mais de dois anos.

Na semana, o WTI acumulou ganho de 0,89%, enquanto o Brent saltou 3,11% no período.

O gatilho para o ganho desta sexta-feira foi “a grande queda das sondas em atividade nos Estados Unidos”, afirmou Phil Flynn, analista sênior de mercado da Price Futures Group. A divulgação do indicador associada aos dados recentes que mostram a demanda americana de petróleo perto da máxima histórica e a queda de estoques e de produção nos Estados Unidosalimentou as compras de contratos futuros da commodity.

Uma reportagem da “Bloomberg”, informando que rebeldes nigerianos iriam romper um cessar-fogo com as tropas oficiais, aponta que pode haver uma retomada de ataques às instalações de óleo e gás. Segundo Flynn, a notícia “adicionou um risco para o fim de semana” e impulsionou a busca por posições compradas – nas quais os investidores apostam em valorização dos contratos.

A expectativa de que a Organização de Países Produtores de Petróleo (Opep) e outros grandes exportadores vão formalizar uma prorrogação do acordo de corte de produção até o fim do ano que vem na reunião do grupo, em 30 de novembro, tem sustentado as altas recentes da commodity.

O último sinal de que o plano será estendido veio do ministro russo de Energia, Alexander Novak, que afirmou na terça-feira passada que o grupo pode renovar o acordo para além de março de 2018, se necessário.

Fonte Oficial: http://www.valor.com.br/financas/5181607/petroleo-fecha-em-alta-e-atinge-maxima-em-mais-de-dois-anos.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!