Jornal do Comércio >> Bolsas europeias operam em baixa generalizada, apesar de indicadores positivos

As bolsas europeias operam em baixa generalizada nesta manhã (6), à medida que investidores acompanham balanços e outras notícias do setor corporativo, além da viagem do presidente dos EUA, Donald Trump, à Ásia, e apesar da divulgação de indicadores domésticos favoráveis.

O setor de telecomunicações era destaque negativo, após anúncio de que a Sprint e a T-Mobile desistiram de um acordo de fusão, após meses de conversas. A Deutsche Telekom, controladora da T-Mobile, caía mais de 3% nos negócios de Frankfurt. Por outro lado, o setor de mineração subia mais de 1%, animado por expectativas de aumento na demanda por níquel e cobre.

Dados positivos da Europa, publicados mais cedo, não ajudaram a sustentar as ações.

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto da zona do euro, que engloba os setores industrial e de serviços, caiu de 56,7 em setembro para 56 em outubro, segundo pesquisa final da IHS Markit, mas ficou acima da estimativa prévia de 55,9 do mês passado. Já os últimos números de inflação ao produtor do bloco, referentes a setembro, superaram as expectativas. Além disso, na Alemanha, as encomendas à indústria da maior economia europeia subiram 1% em setembro ante agosto, para a surpresa de analistas, que haviam previsto queda de 1,3%.

Também estão no radar a viagem de Trump à Ásia e a questão da Catalunha.

No Japão, em sua primeira parada de uma viagem por cinco países asiáticos, Trump ampliou hoje a pressão sobre o governo japonês para o fechamento de um acordo bilateral de comércio com os EUA.

Na Bélgica, o líder deposto catalão Carles Puigdemont e quatro ex-ministros da Catalunha foram libertados ontem, mas não poderão deixar o país sem consentimento prévio. Eles haviam se entregado à justiça belga após a Espanha emitir um mandado de prisão. Puigdemont e seus aliados são acusados de “rebelião” por terem recentemente declarado a independência da Catalunha, após a realização de um controverso plebiscito não autorizado por Madri.

Na capital belga, Bruxelas, o Eurogrupo – formado por ministros de Finanças da zona do euro – se reúne hoje. Participam do encontro o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, a presidente do Conselho de Supervisão do BCE, Danielle Nouy, e o membro do conselho executivo da instituição Benoît Coeuré.

Às 8h17min (de Brasília), a Bolsa de Londres caía 0,12%, enquanto a Paris recuava 0,23% e a de Frankfurt perdia 0,19%. Em Madri, o Ibex-35 tinha queda de 0,54%, enquanto em Milão, o FTSEMib cedia 0,26%, e em Lisboa, o PSI20 caía 0,38%. No mercado cambial, o euro se enfraquecia a US$ 1,1601, mas a libra avançava, cotada a US$ 1,3102. 

Fonte Oficial: https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2017/11/jornal-do-comercio-bolsas-europeias-operam-em-baixa-generalizada-apesar-de-indicadores-positivos.br_conteudo/2017/11/economia/594680-bolsas-europeias-operam-em-baixa-generalizada-apesar-de-indicadores-positivos.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!