Valor >> Oi encerra acordo de confidencialidade com 2 grupos de credores

SÃO PAULO E RIO  –  (Atualizada às 14h55) A Oi informou, em documento enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que os acordos de confidencialidade com dois grupos de credores para o plano de recuperação judicial da companhia, que acumula uma dívida de R$ 64 bilhões, foram extintos e que as discussões sobre os termos de reestruturação da dívida da operadora vão prosseguir informalmente com os representantes.

Os acordos referem-se às tratativas com o Comitê Internacional de Detentores de Bônus (IBC, na sigla em inglês) e o Ad Hoc (AHC). Segundo a Oi, esses grupos apresentaram uma proposta alternativa, mas a empresa não fez uma contraproposta até então.

Nesta semana as partes deverão reunir-se novamente para discutir os termos do acordo. A companhia informou ainda que “não há como garantir que negociações continuarão ou que, caso continuem, resultarão em um acordo com relação aos termos da potencial operação”.

A nota à CVM é assinada pelo diretor financeiro e relações com investidores da Oi, Carlos Augusto Brandão.

No documento, a companhia informou também que os pagamentos fechados dentro do programa de acordo com credores deverão resultar numa saída de R$ 211 milhões do caixa da empresa. A previsão foi mencionada verbalmente em reuniões com os detentores de títulos assessorados pelo banco Moelis e pela consultoria G5 / Evercore.

Com inscrições encerradas em 19 de outubro, o plano de acordo com credores permite o pagamento de dívidas até o teto de R$ 50 mil.

A Oi revelou ainda ter informado aos “bondholders” que o plano de negócios assume como “caixa mínimo exigido pela companhia para operar no curso normal” um saldo de R$ 4 bilhões. Mas a operadora poderá estar apta a sustentar sua operação com o mínimo de aproximadamente R$ 2 bilhões a R$ 3 bilhões de caixa, de tempos em tempos, acrescentou a Oi no documento.

Fonte Oficial: http://www.valor.com.br/empresas/5183227/oi-encerra-acordo-de-confidencialidade-com-2-grupos-de-credores.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!