Jornal do Comércio >> Bolsas da Europa fecham em baixa, com foco em balanços de empresas

As bolsas europeias fecharam em sua grande maioria em queda nesta terça-feira, com as atenções voltadas para a divulgação de balanços. Além disso, outras notícias corporativas estiveram no radar, em um dia com poucos indicadores importantes.

O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em queda de 0,39%, a 395,03 pontos.

Entre os balanços em destaque, a companhia espanhola do setor de energia Iberdrola informou que seu lucro líquido avançou 18% entre janeiro e setembro, na comparação com igual período do ano passado, mas o resultado foi impulsionado por ganhos não recorrentes. A ação recuou 0,53% na bolsa de Madri. Ainda no setor corporativo, o Crédit Agricole anunciou a compra do Banca Leonardo, banco de investimentos italiano especializado em gestão de riquezas, por um valor não revelado. O papel do Crédit Agricole avançou 0,55%.

Na agenda de indicadores, as vendas no varejo cresceram 0,7% em setembro ante agosto na zona do euro, ante previsão de alta de 0,6% dos analistas ouvidos pelo Wall Street Journal.

Além disso, houve nesta terça-feira, 7, um discurso do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, mas a autoridade não discutiu a política monetária. Draghi pediu um esforço conjunto para se resolver a questão dos empréstimos inadimplentes na zona do euro.

Na bolsa de Londres, o índice FTSE-100 fechou em queda de 0,65%, em 7.513,11 pontos. No setor bancário, Lloyds recuou 0,74% e Barclays caiu 0,36%, enquanto a petroleira BP subiu 0,69%. Frontera Resources subiu 2,44%, mas Vast Resources teve perda de 3,91%.

Em Frankfurt, o índice DAX recuou 0,66%, a 13.379,27 pontos. Commerzbank teve baixa de 0,46% e Deutsche Bank teve ganho de 0,14%, entre os bancos. Já Basf caiu 0,88% e Siemens teve baixa de 0,52%. No setor de energia, E.ON subiu 0,67%.

Na bolsa de Paris, o índice CAC-40 teve baixa de 0,48%, a 5.480,64 pontos. A petroleira Total subiu 0,57% e Vallourec avançou 1,63%, enquanto Air France-KLM recuou 3,39%

O índice FTSE-MIB, da bolsa de Milão, registrou queda de 0,18%, a 22.962,59 pontos. Entre os papéis mais negociados, Telecom Italia recuou 1,39%, Intesa Sanpaolo subiu 0,28% e Enel avançou 0,09%.

Em Madri, o IBEX-35 fechou em baixa de 0,83%, em 10.230,70 pontos. Santander recuou 0,37% e Banco de Sabadell teve queda de 0,54%, enquanto Telefónica recuou 0,60% e Repsol ganhou 0,69%.

Em Lisboa, o índice PSI-20 contrariou os demais e fechou em alta de 0,03%, em 5.351,24 pontos. Banco Comercial Português caiu 0,98%, mas Altri se destacou e teve alta de 2,76%. 

Fonte Oficial: https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2017/11/jornal-do-comercio-bolsas-da-europa-fecham-em-baixa-com-foco-em-balancos-de-empresas.br_conteudo/2017/11/economia/595018-bolsas-da-europa-fecham-em-baixa-com-foco-em-balancos-de-empresas.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!