Jornal do Comércio >> Dólar cai 1,44%, para R$ 3,2578, com exterior e commodities

Após ter rompido o patamar dos R$ 3,30 na sexta-feira (3) – o mais alto desde 4 de julho -, o dólar devolveu toda a alta do último pregão, ajudado pelo comportamento do câmbio no exterior e impulsionado pela valorização das commodities. A moeda americana fechou na casa dos R$ 3,25, após bater as mínimas da sessão no período da tarde.

O dólar à vista fechou em baixa de 1,44%, a R$ 3,2578. O volume foi de US$ 1,065 bilhão. Na mínima, atingiu R$ 3,2558 (-1,50%) e, na máxima, R$ 3,3046 (-0,03%).

Segundo operadores, a moeda acompanhou seus pares emergentes, beneficiados principalmente pela alta de mais de 3% do petróleo no mercado internacional. O dólar também caiu frente a moedas fortes, após comentários de dois presidentes regionais do Federal Reserve (Fed, o banco central americano).

O presidente do Fed de Nova York, William Dudley, afirmou que a instituição provavelmente terá de deixar a inflação “superar um pouco o nível de 2%” e que a recorrente baixa de preços do país não é “necessariamente uma coisa ruim”. Enquanto isso, o presidente da distrital de San Francisco do BC americano, John Williams, disse que o Fed provavelmente não terá taxas de juros tão altas quanto no passado. Williams tem direito a voto nas reuniões do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) no próximo ano.

Com a ajuda do exterior, houve espaço para a moeda corrigir a alta da sexta-feira, segundo Alessandro Faganello, operador da Advanced Corretora. “A valorização do dólar na última sexta-feira, um dia sem liquidez por causa do feriado, foi muito exagerada, e o que vimos hoje foi uma correção e uma realização dos ganhos obtidos naquela sessão”, afirmou.

Fonte Oficial: https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2017/11/jornal-do-comercio-dolar-cai-144-para-r-32578-com-exterior-e-commodities.br_conteudo/2017/11/economia/594848-dolar-cai-1-44–para-r-3-2578-com-exterior-e-commodities.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!