Jornal do Comércio >> Petróleo cai após dado de que produção diária nos EUA é a maior desde 1983

Os contratos futuros de petróleo fecharam em baixa nesta quarta-feira, após o Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) dos Estados Unidos informar que a produção no país atingiu o maior nível desde 1983.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o petróleo WTI para dezembro fechou em queda de 0,68%, a US$ 56,81 por barril. Já na Intercontinental Exchange (ICE), o barril do petróleo tipo Brent recuou 0,31%, a US$ 63,49.

Os preços do petróleo deram prosseguimento às perdas vistas no dia anterior, após o DoE informar que, na semana passada, a produção diária da commodity nos EUA subiu de 9,553 milhões de barris para 9,620 milhões de barris, no maior nível desde 1983. Além disso, os estoques de óleo cru subiram 2,237 milhões de barris, enquanto analistas previam queda de 2,1 milhões de barris.

Durante o dia, porém, os contratos operaram com volatilidade e chegaram a subir, também refletindo o relatório do departamento americano. Apesar da forte alta no volume estocado de petróleo, os estoques de gasolina caíram 3,312 milhões de barris, acima da expectativa de baixa de 1,8 milhão, enquanto os estoques de destilados perderam 3,359 milhões de barris, maior do que a estimativa de recuo de 1,2 milhão.

Fonte Oficial: https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2017/11/jornal-do-comercio-petroleo-cai-apos-dado-de-que-producao-diaria-nos-eua-e-a-maior-desde-1983.br_conteudo/2017/11/economia/595358-petroleo-cai-apos-dado-de-que-producao-diaria-nos-eua-e-a-maior-desde-1983.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!