Jornal do Comércio >> Aproveitar as ofertas da Black Friday requer planejamento prévio dos consumidores

O consumidor já pode começar a se preparar para a Black Friday – dia em que lojas eletrônicas e físicas em todo o Brasil realizam ofertas e vendas com desconto – prevista para o dia 24 de novembro. A data, que já integra tradicionalmente o calendário norte-americano após o feriado de Ação de Graças (Thanksgiving), chegou ao Brasil em 2010 e promete movimentar o mercado neste ano.

A dica é, para quem quiser aproveitar as ofertas, começar desde já a acompanhar preços de alguns produtos de maior interesse, como eletrodomésticos e eletroeletrônicos. A diretora executiva do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) Porto Alegre, Sophia Martini, indica guardar prints de telas e recortes dos anúncios para verificar se realmente se estará comprando com desconto.

“Os ataques cibernéticos são o que mais nos preocupa neste período que antecede a Black Friday”, afirma Sophia. Ela sugere aos consumidores a compra virtual apenas por sites já conhecidos, e nunca atalhar pelas redes sociais. “Na maioria das vezes, os links publicados são fraudulentos”, acrescenta.

Segundo Sophia, também é importante, ao acessar um site de compras, verificar se há informações como endereço, telefone e CNPJ, que ajudam a comprovar a idoneidade daquele site. Segundo a dirigente, o Procon monitora desde o início de novembro as páginas eletrônicas com produtos atraentes, já que diversos sites dão descontos em produtos desde o início do mês.

Segundo estimativa divulgada pelo portal BlackFriday.com.br, a data deverá movimentar R$ 2,2 bilhões em vendas, o que representa uma alta de 19% em relação a 2016. Já um levantamento realizado pela Ebit aponta que 44% dos entrevistados compraram na Black Friday de 2016, dos quais um quarto nas lojas físicas, e 56% consultaram um comparador de preços ou uma loja virtual antes de efetivar a compra. Além disso, 81% deles disseram que pretendem adquirir algo pela internet em 24 de novembro.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/11/economia/595854-aproveitar-as-ofertas-da-black-friday-requer-planejamento-previo-dos-consumidores.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!