Jornal do Comércio >> Petrobras: venda de derivados caiu 4,69% no 3º trimestre

A Petrobras vendeu um total geral de 1,990 milhão de barris por dia de derivados no terceiro trimestre deste ano, ante 2,088 milhão de barris no mesmo intervalo do ano passado (-4,69%) e 1,933 milhão no segundo trimestre deste ano (+2,95%).

A exportação de petróleo, derivados e outros, por sua vez, somou 699 mil barris por dia, ante 579 mil barris por dia na relação anual e 659 mil barris por dia no segundo trimestre deste ano.

No total geral, incluindo alcoóis, nitrogenados renováveis, gás natural, bem como exportações de petróleo, derivados e outros, as vendas atingiram 3,437 milhões de barris ao dia de julho a setembro, ante 3,473 milhões no terceiro trimestre de 2016 e 3,291 milhões no segundo trimestre.

Preço

O preço de derivados básicos comercializados pela Petrobras no mercado interno no terceiro trimestre foi de R$ 213,41 o barril, ante R$ 228,58 o barril um ano antes e R$ 219,48 o barril no segundo trimestre de 2017.

Já o preço de venda do petróleo praticado no Brasil foi de US$ 48,30 o barril, ante US$ 41,77 um ano antes e US$ 47,25 no segundo trimestre deste ano.

O custo de extração da Petrobras no Brasil, sem a participação governamental, ficou em US$ 11,74 o barril no terceiro trimestre deste ano, acima dos US$ 10,82 o barril apurados no mesmo intervalo de 2016 e dos US$ 11,21 o barril reportados no segundo trimestre deste ano.

Com a participação governamental, o custo foi de US$ 20,79 o barril de julho a setembro de 2017, ante US$ 15,76 o barril em igual intervalo do ano anterior e US$ 18,71 o barril no segundo trimestre do ano.

Fonte Oficial: https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2017/11/jornal-do-comercio-petrobras-venda-de-derivados-caiu-469-no-3o-trimestre.br_conteudo/2017/11/economia/596210-petrobras-venda-de-derivados-caiu-4-69-no-3-trimestre.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!