Jornal do Comércio >> Produção de motos cresce 7,8% em outubro ante outubro de 2016, diz Abraciclo

A produção de motocicletas no Brasil cresceu 7,8% em outubro deste ano ante igual mês do ano passado, informou nesta segunda-feira, 13, a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo). Foram 77 mil unidades produzidas no mês passado. O volume, se comparado a setembro, apresenta alta mais tímida, de apenas 0,5%.

Os números, segundo o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian, confirmam “tendência para a melhora do desempenho da indústria a partir do próximo ano”. Apesar dos resultados positivos em outubro, o setor ainda registra queda no acumulado dos 10 primeiros meses do ano, com a produção de 885 mil unidades, volume 0,3% menor que o verificado em igual intervalo do ano passado.

O aumento na produção contou com a ajuda do mercado interno. No mês passado, as concessionárias venderam um total 68,2 mil motocicletas, alta de 9,1% em relação a outubro do ano passado e crescimento de 3,1% na comparação com setembro. Contudo, assim como na produção, o mercado interno ainda enfrenta retração no acumulado do ano, com o emplacamento de 860 mil unidades, o que corresponde a um recuo de 5,4% em relação a igual período de 2016.

As exportações também deram contribuição importante à produção. O número de motocicletas vendidas ao exterior atingiu 7,7 mil unidades em outubro, crescimento de 58% ante outubro do ano passado, mas recuo de 30,8% em relação a setembro. No acumulado do ano, foram embarcadas 80 mil unidades, alta de 35,5% em comparação com igual período do ano passado.

Fonte Oficial: https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2017/11/jornal-do-comercio-producao-de-motos-cresce-78-em-outubro-ante-outubro-de-2016-diz-abraciclo.br_conteudo/2017/11/economia/595990-producao-de-motos-cresce-7-8-em-outubro-ante-outubro-de-2016-diz-abraciclo.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!