Valor >> Presidente da Caixa diz que banco pode ser gestor dos jogos de azar

BRASÍLIA  –  O presidente da Caixa, Gilberto Occhi, afirmou nesta segunda-feira (13) que o banco pode ser o operador de jogos de azar no Brasil. Na avaliação de Occhi, a Caixa, por já ter credibilidade na área de jogos no país, tem condição de oferecer o seu serviço para estruturar os jogos de azar. Segundo o presidente, a previsão inicial é de que a legalização dos jogos de azar gere uma arrecadação de R$ 20 bilhões por ano para os cofres públicos.

O presidente afirmou que, além de fiscalizar a atividade, a Caixa pode ficar responsável pelo pagamento aos ganhadores.

Occhi disse que já discutiu o assunto com os senadores Ciro Nogueira (PP-PI) e Fernando Bezerra (PMDB-PE), respectivamente autor e relator do projeto que propõe a legalização dos jogos de azar no país.

“Discutimos a estruturação desses jogos, na qual a Caixa participaria deles como gestora, coordenadora, controladora, pagadora, para ter credibilidade. O país não tem uma agência reguladora de jogos e a Caixa é o agente, hoje, que tem credibilidade e respeito”, afirmou.

“Não sei como vai ser a votação desse projeto. Acho que é uma grande oportunidade, até porque temos todos esses jogos eletrônicos funcionando no país e a receita indo para outros lugares, fora do Brasil”, disse Occhi.

Hoje, a Caixa é operadora das loterias no Brasil e é responsável por jogos como a Mega-Sena.

Fonte Oficial: http://www.valor.com.br/brasil/5192567/presidente-da-caixa-diz-que-banco-pode-ser-gestor-dos-jogos-de-azar.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!