Jornal do Comércio >> Oi tem lucro líquido de R$ 8 milhões no 3º trimestre

A Oi, em recuperação judicial, obteve lucro líquido consolidado de R$ 8 milhões no terceiro trimestre de 2017, revertendo o prejuízo de R$ 1,2 bilhão no mesmo período de 2016. Esse é o primeiro lucro reportado pela tele desde o fim de 2015.

O retorno para o azul decorreu da valorização do real frente ao dólar nesse período, uma vez que as dívidas em moeda estrangeira (cerca de US$ 10 bilhões) correspondem a quase metade da dívida bruta.

Com a oscilação do câmbio, o resultado financeiro da Oi gerou uma receita de R$ 45 milhões no terceiro trimestre deste ano, ante uma despesa de R$ 1,7 bilhão um ano antes.

O câmbio tem causado forte impacto a cada trimestre no balanço da companhia, que desmontou as operações de hedge desde que entrou em recuperação, na metade do ano passado. O efeito do câmbio, entretanto, não teve impactos no caixa da operadora.

Considerando apenas as operações da Oi no Brasil, o lucro líquido no terceiro trimestre de 2017 chegou a R$ 218 milhões, ante R$ 1,2 bilhão no mesmo período de 2016.

A Oi é dona de uma fatia de 25% da Unitel, operadora de Angola. O ativo está à venda por US$ 1,3 bilhão. Com a desvalorização do dólar frente ao real, o câmbio gerou um efeito negativo no valor de mercado do ativo e no resultado líquido consolidado do grupo.

No campo operacional, a Oi ainda permaneceu impactada. O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) recorrente consolidado somou R$ 1,605 bilhão, queda de 2,4% na comparação anual. A margem Ebitda foi a 26,9%, baixa de 0,8 ponto porcentual.

A receita líquida totalizou R$ 5,964 bilhões, uma retração de 6,7%.

A receita da Oi com suas operações nas áreas de telefonia fixa e móvel, banda larga, TV por assinatura e serviços corporativos alcançou R$ 5,863 bilhões no terceiro trimestre, um encolhimento de 4,7%. Essa queda foi puxada pelo setor de serviços corporativos (B2B), cujo faturamento diminuiu 12,9%, atingindo R$ 1,596 bilhão.

A crise reduziu a demanda de empresas por serviços de telefonia e tecnologia da informação. Além disso, o processo de recuperação judicial também tem afastado clientes da operadora.

O faturamento no setor residencial (telefone fixo, banda larga e TV paga) caiu 1%, para R$ 2,321 bilhões, enquanto a receita com telefonia móvel recuou 0,7%, para R$ 1,884 bilhão.

Por outro lado, a companhia reduziu seus custos operacionais recorrentes em 7,2%, para R$ 4,321 bilhões.

Fonte Oficial: https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2017/11/jornal-do-comercio-oi-tem-lucro-liquido-de-r-8-milhoes-no-3o-trimestre.br_conteudo/2017/11/economia/596197-oi-tem-lucro-liquido-de-r-8-milhoes-no-3-trimestre.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!