Valor >> Queda do dólar perde força com cautela sobre reforma da Previdência

SÃO PAULO  –  A queda do dólar perdeu força ao longo da manhã desta terça-feira, assim como a baixa dos juros futuros, refletindo mais uma vez a persistente cautela por parte dos agentes financeiros com a cena política e, principalmente, a reforma da Previdência.

Depois de recuar até a mínima de R$ 3,2678, por ora, o dólar já opera com uma baixa menos intensa. Por volta do meio-dia, a moeda era negociada a R$ 3,2837, em baixa de 0,44%. Já o contrato futuro para dezembro – que captou ontem a reação à movimentação política – estava bem próximo da estabilidade, a R$ 3,2865.

O começo da reforma ministerial, antecipado pelo pedido de demissão de Bruno Araújo na segunda-feira, até permitiu alguma animação nos mercados locais. A troca de cadeiras abriria espaço para acomodar políticos do “centrão” e, assim, aumentar o potencial respaldo parlamentar à agenda do governo, inclusive a reforma da Previdência.

No entanto, a melhora dos mercados é definida hoje por alguns agentes financeiros como algo mais pontual. 

O DI janeiro/2021 marcava 9,400% (9,440% no ajuste anterior). Já o DI janeiro/2019 era negociado a 7,240% (7,270% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2020, a 8,550% (8,580% no ajuste anterior).

Fonte Oficial: http://www.valor.com.br/financas/5193685/queda-do-dolar-perde-forca-com-cautela-sobre-reforma-da-previdencia.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!