Jornal do Comércio >> Dólar devolve ganhos da terça-feira e recua com cenário externo favorável

O dólar manteve-se em queda ante o real em praticamente toda a sessão desta quinta-feira, 16, movimento que foi ampliado nesta tarde, em meio ao cenário externo mais favorável a ativos de risco. De acordo com profissionais do mercado, a moeda americana devolveu os excessos da terça-feira, causados pela postura defensiva dos investidores na véspera do feriado local da Proclamação da República, na quarta.

A moeda americana à vista fechou em queda de 0,93%, a R$ 3,2790. O giro financeiro foi de US$ 1,257 bilhão. Na mínima, chegou a R$ 3,2692 (-1,23%) e, na máxima, a R$ 3,3100 (+0,01%).

“O que vimos hoje (quinta-feira) foi uma desmontagem das posições da terça-feira, em que o mercado buscou proteção por causa do feriado aqui no Brasil”, afirmou Ricardo Gomes da Silva, diretor da corretora Correparti. Um dos fatores que haviam feito a moeda americana subir perante o real foi a expectativa de divulgação do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) americano, que saiu nesta quarta-feira, quando o mercado doméstico estava fechado.

O CPI teve alta de 0,1% em outubro na comparação com o mês anterior, informou na quarta-feira o Departamento do Trabalho dos EUA. O resultado veio em linha com a expectativa dos analistas ouvidos pelo Wall Street Journal. Se o dado viesse mais forte que o esperado, como ocorreu com o índice de preços ao produtor (PPI) americano na terça-feira, poderia ampliar as apostas de uma alta mais agressiva dos juros americanos no ano que vem. Como o CPI veio em linha, possibilitou o recuo do dólar ante o real e outras moedas emergentes.

A reforma tributária nos Estados Unidos segue concentrando as atenções. A Câmara dos Representantes aprovou nesta quinta a proposta dos republicanos por 227 votos a 205. O Senado também está discutindo uma outra versão do projeto, e os parlamentares republicanos esperam concluir a aprovação da reforma até o Natal “A reforma que deve ser aprovada não deve ser da forma que Trump deseja, então o reflexo nos mercados emergentes vai depender da abrangência da proposta final”, acrescentou Gomes da Silva.

Para Mário Battistel, gerente de câmbio da Fair Corretora, o dólar deve continuar nos níveis atuais até a conclusão da votação da reforma tributária nos Estados Unidos. “Aqui no Brasil, o mercado aguarda o anúncio dos eventuais novos ministros e novidades sobre a reforma da Previdência”, disse.

Fonte Oficial: https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2017/11/jornal-do-comercio-dolar-devolve-ganhos-da-terca-feira-e-recua-com-cenario-externo-favoravel.br_conteudo/2017/11/economia/596717-dolar-devolve-ganhos-da-terca-feira-e-recua-com-cenario-externo-favoravel.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!