Jornal do Comércio >> Bolsas asiáticas seguem tom positivo de Nova Iorque, mas alerta derruba ações na China

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta sexta-feira (17), com algumas delas seguindo o tom positivo de ontem dos mercados de Nova Iorque, mas um novo alerta regulatório pesou nas ações chinesas, principalmente em Shenzhen.

Os índices acionários de Wall Street tiveram ganhos robustos na quinta-feira, depois que a Câmara dos Representantes aprovou uma proposta de reforma tributária elaborada por republicanos.

Em reação a Nova Iorque, investidores na Ásia iniciaram os negócios com apetite por risco, mas o entusiasmo perdeu força ao longo do pregão.

Num dia de volatilidade, o Nikkei teve leve ganho de 0,20% em Tóquio hoje, a 22.396,80 pontos, depois de chegar a subir 1,8% e de ficar brevemente no vermelho em meio ao fortalecimento do iene em relação ao dólar. Ao longo da semana, porém, o índice japonês acumulou desvalorização de 1,25%, a primeira desde o início de setembro. Até então, o Nikkei vinha numa trajetória positiva que durou nove semanas, a mais longa em quase cinco anos.

Em outras partes da região asiática, o Hang Seng subiu 0,62% em Hong Kong, a 29.199,04 pontos, o Taiex avançou 0,72% em Taiwan, a 10.701,64 pontos, e o filipino PSEi exibiu valorização de 1,28% em Manila, a 8.311,08 pontos. O sul-coreano Kospi, por sua vez, registrou baixa marginal de 0,03% em Seul, a 2.533,99 pontos, devolvendo ganhos de mais cedo diante da fraqueza de ações do setor de transportes.

Na China, um alerta regulatório divulgado pela mídia estatal sobre o rali da Kweichow Moutai, fabricante de bebidas alcoólicas cuja ação mais do que triplicou de valor desde o início de 2016, provocou uma liquidação de papéis de empresas com baixo valor de mercado, que são negociadas em Shenzhen. A bolsa local terminou a sessão com queda de 2,78%, a maior em quatro meses, a 1.954,30 pontos. Já o Xangai Composto, principal índice acionário chinês, recuou 0,48%, a 3.382,91 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana subiu 0,23%, sustentada por ações de grandes bancos domésticos. O índice S&P/ASX 200, no entanto, acumulou perda de 1,2% nesta semana, a mais intensa em cinco meses.

Fonte Oficial: https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2017/11/jornal-do-comercio-bolsas-asiaticas-seguem-tom-positivo-de-nova-iorque-mas-alerta-derruba-acoes-na-china.br_conteudo/2017/11/economia/596800-bolsas-asiaticas-seguem-tom-positivo-de-nova-iorque-mas-alerta-derruba-acoes-na-china.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!