Jornal do Comércio >> Soja impulsiona exportações do agronegócio gaúcho em outubro

As exportações do agronegócio gaúcho totalizaram US$ 1,0 bilhão em outubro, com aumento em valor (24%) e volume (54,3%) em relação ao mês anterior, apesar da redução nos preços médios praticados (-19,5%). Em termos absolutos, o aumento nas vendas externas foi de US$ 202,3 milhões. Já no acumulado do ano, as exportações somaram US$ 9,5 bilhões, valor 0,6% menor ao registrado em igual período de 2016.

De acordo com dados foram divulgados nesta sexta-feira (17) pela Fundação de Economia e Estatística (FEE), os cinco principais setores exportadores no mês foram complexo soja (US$ 407,3 milhões), fumo e seus produtos (US$ 280,8 milhões), carnes (US$ 173,4 milhões), produtos florestais (US$ 43,3 milhões) e couros e peleteria (US$ 29,8 milhões).

Comparativamente a outubro de 2016, o crescimento no valor exportado resulta, sobretudo, do complexo soja (69,0%), do setor de fumo e seus produtos (15,3%) e do de carnes (6,3%). Na contramão da tendência geral, o setor que apresentou a maior queda no valor exportado foi o de máquinas e implementos agrícolas, com decréscimo de US$ 11,0 milhões (-46,2% em valor e -62,0% em volume). O segundo maior declínio nas exportações do agronegócio ocorreu no setor de produtos florestais (menos US$10,8 milhões, -19,9%).

Em outubro, os principais destinos das exportações do agronegócio gaúcho foram China (37,3%), União Europeia (20,2%), Coreia do Sul (4,3%), Rússia (3,1%) e Estados Unidos (3,0%). Esses destinos concentraram 67,8% do valor das vendas externas. Comparativamente a outubro de 2016, a União Europeia foi responsável pelo maior incremento absoluto em valor (mais US$ 69,1 milhões, 49,2%), seguida da China (mais US$ 47,3 milhões, 13,9%), de Taiwan (mais US$ 25,2 milhões; 4.270,2%) e do Irã (mais US$ 20,0 milhões, 377,9%).

Nos primeiros dez meses de 2017, os setores mais importantes para as exportações do agronegócio gaúcho foram o complexo soja (US$ 4,7 bilhões), o de carnes (US$ 1,7 bilhão), o de fumo e seus produtos (US$ 1,2 bilhão), o de produtos florestais (US$ 484,4 milhões) e o de cereais, farinhas e preparações (US$ 337,1 milhões). O crescimento no valor das exportações do setor do complexo soja ocorreu devido ao aumento do volume embarcado, refletindo a safra recorde.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/11/economia/596822-soja-impulsiona-exportacoes-do-agronegocio-gaucho-em-outubro.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!