Jornal do Comércio >> Bolsas da Europa fecham em alta mesmo com instabilidade política na Alemanha

As principais bolsas da Europa fecharam em alta nesta segunda-feira, 20, mesmo com a instabilidade política observada na Alemanha após a chanceler Angela Merkel não conseguir formar governo para o próximo mandato. A fraqueza do euro ante o dólar auxiliou as empresas exportadoras e dissipou as incertezas com a política alemã, levando o índice pan-europeu Stoxx 600 a subir 0,67%, chegando aos 386,39 pontos.

Depois de passar o fim de semana em negociação com partidos de centro-direita e ambientalistas de esquerda para tentar formar uma coalizão para o quarto mandato, Merkel fracassou em chegar a um acordo e afirmou hoje que prefere a realização de eleições antecipadas a um governo de minoria. “Eu não tenho um governo minoritário em meus planos, mas agora temos de ver o que acontece nos próximos dias”, comentou em entrevista à emissora ARD.

As preocupações com o futuro da política alemã levaram a uma baixa generalizada no início dos pregões, mas a tendência se inverteu após o euro apontar mínimas em relação ao dólar e beneficiar as exportações. O setor automotivo teve o melhor desempenho da região, com as montadoras alemãs e francesas lideram os ganhos. A Volkswagen subiu 4,19% depois de anunciar investimentos globais no valor de 22,8 bilhões de euros (US$ 26,8 bilhões) na viabilidade futura de suas fábricas entre 2018 e 2022.

Além disso, no campo macroeconômico, o índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) alemão subiu 0,3% de setembro para outubro, alta de 2,7% na comparação anual. Com esse cenário, o índice DAX teve forças para reverter as perdas de mais cedo e fechar em alta de 0,50%, aos 13.058,66 pontos.

O CAC 40, de Paris, também teve o auxílio do setor automotivo, com a Renault avançando 2,14%. O índice em si fechou em alta de 0,40%, a 5.340,45 pontos.

Em Londres, os investidores ficaram na expectativa do anúncio do orçamento 2017, marcado para quarta-feira. O FTSE 100 fechou em alta de 0,12%, aos 7.389,46 pontos.

Sem grandes novidades a respeito da questão separatista da Catalunha, as ações do Santander tiveram alto volume de negócios e fecharam em alta de 0,31%, enquanto a Telefonica subiu 0,53%. O Ibex 35 avançou 0,15%, para 10.025,50. Milão subiu 0,44%, para 22.189,25 pontos e Lisboa avançou 0,41%, para 5.280,34 pontos.

Por volta do meio-dia (de Brasília), o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, fez um discurso sem maiores novidades, reforçando a importância da política monetária acomodatícia no bloco, uma vez que a inflação ainda está defasada em relação ao ritmo de recuperação econômica.

Fonte Oficial: https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2017/11/jornal-do-comercio-bolsas-da-europa-fecham-em-alta-mesmo-com-instabilidade-politica-na-alemanha.br_conteudo/2017/11/economia/597153-bolsas-da-europa-fecham-em-alta-mesmo-com-instabilidade-politica-na-alemanha.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!