Jornal do Comércio >> Lojistas apostam em descontos em novembro

Varejo


Notícia da edição impressa de 20/11/2017.
Alterada em 19/11 às 23h08min

Lojistas apostam em descontos em novembro

Artigos eletrônicos serão os preferidos dos consumidores, diz pesquisa

/JONATHAN HECKLER/JC

Camila Silva

A Black Friday é somente no dia 24 de novembro, mas a tradicional data do calendário do varejo norte-americano está cada vez mais incorporada no Brasil, e muitas empresas iniciam a venda de artigos com descontos antes mesmo da sexta-feira. De acordo com um estudo quantitativo realizado pelo Google em parceria com a Provokers, mais de 68% dos entrevistados declararam sua intenção de fazer compras na data promocional, um crescimento de 7% em relação ao mesmo período do ano passado. De acordo com a mesma pesquisa, 33% dos entrevistados se planejaram para comprar na Black Friday, enquanto 17% revelaram que suas compras da data são por impulso.

Assim como em 2016, a categoria de eletrônicos segue como carro-chefe dos produtos que os brasileiros desejam adquirir na Black Friday, correspondendo a 44% do total apontando pela pesquisa. Os smartphones e eletroportáteis foram os preferidos da edição passada pelos clientes da Ricardo Eletro, do grupo Máquina de Vendas. Foram movimentados R$ 170 milhões na Black Friday da varejista no ano passado, e a expectativa é que o resultado aumente 20% nesta edição. “Iniciamos as negociações com a indústria em agosto para garantir as melhores opções de produtos, preços e condições de pagamentos”, afirma Ricardo Nunes, fundador e presidente da Ricardo Eletro. Todos os preços das 660 lojas físicas da empresa e do e-commerce foram unificados para beneficiar o consumidor.

Além de eletrônicos, a rede Carrefour disponibiliza nos pontos físicos e no e-commerce descontos em artigos para casa e decoração, automotivos e alimentos. Ana Paula Tozzi, CEO da empresa CRG Consultores e especialista em varejo, aponta a diversificação de produtos como essencial para se destacar em meio a tantas ofertas “As empresas devem exercer a criatividade. Por exemplo, é um diferencial de mercado incluir conteúdo, realizar parcerias com marcas”, aconselha.

Também é cada vez mais comum que os lojistas apliquem os durante todo o mês de novembro. A Black November, como a ação é conhecida, é considerada por Ana Paula extremamente vantajosa para o consumidor, entretanto aponta que, se as promoções não forem executadas a rigor, pode ocorrer uma descaracterização da data. A rede de materiais esportivos Netshoes é uma das que apostaram na antecipação de descontos em sua quarta edição da Black November. Além dos preços promocionais na Netshoes, o e-commerce de calçados e acessórios Zattini e a loja física Shoestock também fazem parte da quarta edição do Black November.

De acordo com Gabriela Platinetty, diretora de marketing da Netshoes, a alta demanda ocasionada pelo evento promocional é tão grande que resultou na contratação de novos funcionários para melhorar as operações de logística e atendimento da empresa. “Contratamos mais de 750 pessoas para Barueri (SP), Extrema (MG) e Jaboatão dos Guararapes (PE), um recorde para a companha”, afirma. Para realizar a Black November, a empresa envolve diversos setores, logística, operações, comercial, marketing e TI se unem para viabilizar o evento. Visando ampliar em 20% o faturamento em relação a 2016, a varejista on-line oferece descontos em mais de 1 milhão de produtos e frete grátis para produtos adquiridos no e-commerce.

Data se consolida como a terceira principal no calendário da Natura

Economia - Black Friday - Natura créd  Natura

Economia – Black Friday – Natura créd Natura

/NATURA/DIVULGAÇÃO/JC

Apenas o Dia das Mães e o Natal superam a Back Friday no calendário de negócios da Natura. É o terceiro ano em que a empresa de cosméticos participa do evento, e o objetivo é crescer 30% em relação ao período do ano passado. Para isso, a Natura reservou três sextas-feiras do mês para o evento (10, 17 e 24).

Ao todo, mais de 750 itens estão com descontos de 50% no e-commerce. “O consumidor pode verificar a veracidade da promoção, já que os nossos produtos são publicados nos catálogos, e todos os descontos são feitos a partir desses valores”, destaca Murillo Boccia, diretor de negócios digitais da Natura.

Mais do que o sucesso das vendas, Boccia comemora o fato de o mês de novembro ter se consolidado como o mais importante no calendário da empresa, tendo em vista que o planejamento do consumidor resulta diretamente na logística da empresa. “Quando o consumidor antecipa suas compras de Natal, diminuem os picos de entrega no nosso setor logístico.” Na edição da Black Friday de 2016, mais de 40% dos perfumes vendidos foram destinados para presente, o que comprova um amadurecimento do consumidor em relação à data. Além de beneficiar o consumidor com as promoções, a Natura destinará parte do lucro adquirido na Black Friday para o Instituto Natura – iniciativa que visa ações sociais nas áreas de educação, comunicação e gestão de projetos.

Porto Alegre deve movimentar mais de R$ 39 milhões da edição 2017 da Black Friday. O Shopping Iguatemi, por exemplo, aposta alto na data, com benefícios aos clientes que visitarem o empreendimento no dia 24. As vantagens ultrapassam as ofertas das lojas parceiras e incluem 50% de desconto no estacionamento e horário estendido de atendimento.

Pesquisa de preço é considerada indispensável antes da data da promoção

Todos os anos, o Procon-RS promove ações de conscientização dos consumidores às vésperas do Black Friday. A diretora executiva da unidade do Rio Grande do Sul, Maria Elisabeth Pereira, afirma que é indispensável a atenção na hora de ir às compras. “A pesquisa de preços é uma delas, sempre verificando a confiabilidade do site escolhido”, diz. Na edição de 2016, segundo ela, a maioria das reclamações registradas no Procon estadual esteve ligada às condições de compra. Muitas não foram expostas com clareza pelos lojistas. Caso o consumidor se sinta lesado, pode registrar queixa junto ao Procon no telefone 51 3287-6289 ou na rua Sete de Setembro, 723.

Dicas para comprar bem

Monte uma lista de produtos que deseja adquirir e monitore os preços desses itens.

Durante a Black Friday, por conta da alta demanda, os sites oferecem prazos de entrega mais longos do que o normal. Por isso, é preciso ter atenção, especialmente caso deseje comprar presentes para datas específicas, como aniversário e Natal.

Vá organizando, desde já, a relação de lojas e sites que pretende pesquisar para fazer a sua compra, e informe-se sobre a reputação delas na internet, em sites como Reclame Aqui e Procon.

Com a aproximação da data, provavelmente você irá receber diversos e-mails com ofertas imperdíveis. Antes de clicar, desconfie. Você pode ser uma vítima de fraude.

Fique atento aos meios de pagamento mais seguras. O Procon-RS aponta o cartão de crédito como a forma de pagamento on-line mais segura para o cliente.

Independentemente do meio escolhido, faça cópias da tela em cada etapa da compra. No computador, é só apertar a tecla print screen e colar em outra aplicação, como seu e-mail. Isso será importante para contestar algum valor cobrado indevidamente, ou diferença no produto recebido em relação ao encomendado.


Seja o primeiro a comentar esta notícia

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/11/economia/596936-lojistas-apostam-em-descontos-em-novembro.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!