Jornal do Comércio >> Confiança do empresário gaúcho tem maior nível desde março de 2011

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI-RS) registrou alta de 1,9 ponto entre outubro e novembro deste ano, em sua quinta elevação consecutiva, chegando a 59 pontos e alcançando o maior nível desde março de 2011. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (21) pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs). O valor acima de 50 pontos revela confiança.

Segundo o presidente da Fiergs, Gilberto Porcello Petry, a nova alta sinaliza que segue em curso a gradual recuperação da atividade. “Ainda mais se considerarmos o quinto mês consecutivo de aumento neste índice, o que sinaliza também com alguma aceleração nos próximos meses”, diz Petry. Para o dirigente, a tendência crescente do otimismo está cada vez mais disseminada entre os empresários gaúchos. O ICEI-RS leva em conta as condições atuais e as expectativas tanto para a economia brasileira quanto para a própria empresa.

Conforme a Fiergs, outro ponto que indica uma evolução gradativa na percepção dos empresários gaúchos é que todos os indicadores avançaram em novembro na comparação com outubro e estão acima dos 50 pontos, o que expressa condições melhores e expectativas otimistas. “O empresariado do Rio Grande do Sul, porém, percebe que o atual processo de recuperação do País só se consolidará com ajustes na economia e avanços nas reformas”, ressalta Petry.

Na avaliação dos empresários sobre as condições atuais, o índice ficou em 55 pontos em novembro, ante 53,2 em outubro. É o maior valor desde outubro de 2010. Em relação à economia brasileira, passou de 53 para 53,8 pontos, enquanto o que diz respeito à empresa aumentou de 53,4 para 55,8 pontos. As condições da economia não eram tão favoráveis desde novembro de 2010 e as das empresas desde junho do mesmo ano.

A consequência das condições mais favoráveis se reflete em novembro no Índice de Expectativas para os próximos seis meses, com um avanço para 60,9 pontos, 1,8 a mais do que em outubro. Houve igualmente alta de 1,5 ponto no subcomponente de expectativas com a economia brasileira (55,9 pontos) e de 1,6 ponto no das empresas (63,5). O percentual de empresários otimistas com a economia brasileira é de 38,4%, quase três vezes maior que o de pessimistas (13,6%).

No levantamento do ICEI-RS de novembro, foram consultadas 255 empresas no Estado, sendo 64 pequenas, 93 médias e 98 grandes, entre os dias 1º e 14.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/11/economia/597407-confianca-do-empresario-gaucho-tem-maior-nivel-desde-marco-de-2011.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!