Jornal do Comércio >> Dólar cai com exterior e expectativa sobre reforma da Previdência

O dólar se firmou no campo negativo e bateu cotações mínimas nesta tarde de terça-feira, 21, acompanhando o movimento da moeda americana no exterior e refletindo o cenário mais favorável para moedas de países emergentes. No campo doméstico, a expectativa de que a reforma da Previdência seja votada na Câmara dos Deputados ainda neste ano, em meio às negociações para a reforma ministerial, reacendeu o otimismo dos investidores. Na reta final do pregão, porém, a valorização do real perdeu intensidade após declarações de parlamentares do DEM de que não há votos suficientes para aprovar a reforma da Previdência.

O dólar à vista fechou em baixa de 0,32%, a R$ 3,2518. O giro financeiro foi de US$ 2,168 bilhões. Na mínima, chegou a R$ 3,2411 (-0,65%) e, na máxima, R$ 3,2658 (+0,11%).

De acordo com Cleber Alessie, operador da corretora H.Commcor, o dólar perdeu força nesta terça-feira também por um movimento de correção. “Ontem, o dólar subiu ante as principais moedas por causa da queda das commodities e da cautela em relação à Alemanha”, destacou. A política alemã se tornou um foco de atenção após o fracasso nas negociações de uma coalizão para o quarto mandato de Angela Merkel como chanceler.

No campo doméstico, a leitura de profissionais do mercado foi de que, com o início da reforma ministerial, aumentou a possibilidade de a reforma da Previdência ser votada ainda neste ano, pelo menos na Câmara dos Deputados. A troca em ministérios, com mais espaço para o chamado Centrão, é uma das condições impostas por aliados do governo Michel Temer para votarem a proposta de mudança nas regras previdenciárias.

“No momento, o que está no radar do mercado são as mudanças ministeriais, que trazem tranquilidade para o Congresso e abrem espaço para a aprovação de uma minirreforma da Previdência”, comentou Reginaldo Galhardo, gerente de câmbio da Treviso Corretora.

No entanto, já na reta final do pregão, Maia disse que ainda é preciso ouvir os líderes partidários para saber quantos votos há a favor da reforma da Previdência. Ele admitiu que não há os 308 votos necessários para aprovar o novo texto. “Acho que está longe”, respondeu. O líder do DEM na Câmara, deputado Efraim Filho (PB), foi na mesma direção: “Acredito que a reforma ministerial e as mudanças no texto não conseguem agregar os 308 votos necessários”, disse Efraim.

Fonte Oficial: https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2017/11/jornal-do-comercio-dolar-cai-com-exterior-e-expectativa-sobre-reforma-da-previdencia.br_conteudo/2017/11/economia/597522-dolar-cai-com-exterior-e-expectativa-sobre-reforma-da-previdencia.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!