Jornal do Comércio >> Procons divulgam listas de sites não recomendados e de produtos com descontos na Black Friday

Com a chegada da Black Friday no Brasil, o consumidor não deve fechar os olhos para a “Black Fraude”, termo usado pelo público ao identificar sites e-commerce falsos compartilhados na internet. O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor RS (Procon) divulgou uma lista 250 sites não recomendados para efetuar compras nesta sexta-feira (24).

A relação foi inspirada nas informações publicadas pelo Procon SP no início de novembro. Os links são de lojas virtuais de âmbito nacional que costumam apresentar elevados índices de reclamações por atraso nas entregas e até falsas distribuições de produtos.

Ao acessar os links, é perceptível a semelhança dos layouts e lista de produtos, que, inclusive, apresentam poucas informações e não possuem fotos reais dos itens para identificação. Em outros não é possível encontrar nem dados de localização, telefone ou e-mail. A relação publicada pelo Procon estadual pode ser acessada sem riscos no próprio site do Programa.
Em Porto Alegre, o Procon Municipal, que também monitora as lojas virtuais e físicas criou uma lista dos produtos com menor preço. Entre as e-commerces aparecem descontos de livros, eletro portáteis, eletrodomésticos, máquinas de lavar roupas e ar-condicionado. Saraiva, Carrefour, Extra, Fast Shop e Magazine Luiza foram as fontes consultadas. A relação também pode ser conferida no site do Procon Porto Alegre.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/11/economia/597859-procons-divulgam-listas-de-sites-nao-recomendados-e-de-produtos-com-descontos-na-black-friday.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!