Jornal do Comércio >> Rio Grande do Sul será sede de feira internacional de vinhos em 2018

O Rio Grande do Sul será sede, em 2018, de uma feira latino-americana de vinhos. A realização do evento em terras gaúchas – na cidade de Bento Gonçalves, na Serra gaúcha – foi confirmada nesta quinta-feira, em reunião no Palácio Piratini entre o governador José Ivo Sartori e o diretor-geral da empresa italiana Veronafiere, Giovanni Mantovani.

Segundo o secretário adjunto do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sdect), Evandro Fontana, a possibilidade vinha sendo discutida desde 2016, quando o governador esteve na Itália em busca de parcerias e investimentos no setor vitivinícola gaúcho.

“Neste ano, uma comitiva nossa visitou a sede da empresa Veronafiere, em Verona, para confirmar o interesse em realizar um grande evento para divulgar os vinhos brasileiros e, em especial, os gaúchos, no mercado mundial. Tenho certeza de que vai alavancar o setor”, explicou.

Com mais de cem anos de experiência, a Veronafiere é uma das maiores empresas da Europa em organização de feiras. Anualmente, promove a Vinitaly, na Itália, considerada uma das principais feiras vinícolas do mundo.

O diretor-geral Giovanni Mantovani afirmou que três critérios foram decisivos para escolher Bento Gonçalves – o fato de a cidade produzir vinho, ter o setor organizado e contar com infraestrutura para turistas e um bom espaço para organizar um grande evento. “Além disso, o RS está no centro do Mercosul”, lembrou. O município também sedia a Fenavinho, evento com 50 anos de tradição nacional e internacional na promoção do vinho brasileiro.

Hoje, segundo o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), o RS produz 90% de todos os vinhos e espumantes do Brasil, sendo a Serra o grande polo do setor.

Fonte Oficial: http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/11/economia/597942-rio-grande-do-sul-sera-sede-de-feira-internacional-de-vinhos-em-2018.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!