Jornal do Comércio >> Taxas futuras de juros recuam com divulgação do IPCA-15

Os juros futuros exibem viés de baixa, na esteira do IPCA-15. A prévia do índice oficial de inflação do País subiu 0,32% em novembro, após ter avançado 0,34% em outubro. O resultado ficou perto do piso das estimativas dos agentes do mercado (0,29% e 0,45%), segundo um operador de renda fixa, trazendo alívio às taxas no mercado secundário.

A liquidez está fraca nos mercados como um todo nesta quinta-feira (23) em razão do feriado de Ação de Graças nos Estados Unidos e há expectativas pelo leilão de títulos do Tesouro, no fim da manhã.

Na quarta-feira (22) os juros futuros já haviam recuado na sessão estendida, com investidores reagindo aos fracos dólar e rendimento dos Treasuries no exterior, após a ata do Federal Reserve ter indicado que a inflação americana poderá permanecer abaixo da meta de 2% ao ano mais tempo que o esperado.

Além disso, o alívio refletiu reação ao esforço redobrado do governo para tentar garantir a votação ainda este ano da reforma da Previdência. Às 9h47min desta quinta, o DI para janeiro de 2019 estava em 7,13%, de 7,19% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2020 exibia 8,38%, de 8,43% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2021 caía a 9,23%, de 9,25% no ajuste da véspera.

Fonte Oficial: https://worldcambio.com.br/wp-content/uploads/2017/11/jornal-do-comercio-taxas-futuras-de-juros-recuam-com-divulgacao-do-ipca-15.br_conteudo/2017/11/economia/597852-taxas-futuras-de-juros-recuam-com-divulgacao-do-ipca-15.html.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!