Cotado a US$ 9,4 mil, bitcoin tem novo recorde – Jornal do Comércio

Mais um recorde foi quebrado pelo bitcoin ontem, após a moeda virtual ultrapassar a marca de US$ 9 mil, chegando à cotação máxima de US$ 9.396,30, de acordo com a CoinDesk, uma das maiores consultorias do setor de criptomoedas. No acumulado de 12 meses, o bitcoin aponta valorização de quase 1.200%, com alta de 16,85% somente nos últimos sete dias.

O valor de mercado total do bitcoin chegou a US$ 151 bilhões, segundo a CoinDesk. Com isso, a criptomoeda supera o valor de companhias tradicionais como McDonald’s, Disney e General Electric.

“O preço do bitcoin vem superando, até o momento, o ceticismo dos investidores. Os detentores de bitcoin estão relutantes em vender porque esperam que o preço continue aumentando, e a mesma mentalidade é adotada pelos potenciais compradores”, comentou o economista da BMO Capital Markets, Sal Guatieri, em nota a clientes.

No mercado financeiro, na sexta-feira, o dólar à vista fechou em alta de 0,24%, a R$ 3,2302. O volume foi de US$ 1,677 bilhão. Na semana, o dólar à vista acumulou queda de 1,02%. O Índice Bovespa encerrou a sexta-feira aos 74.157 pontos, em baixa de 0,44%.

 

 

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!