Metade dos produtos da Black Friday teve promoção ‘falsa’ – Jornal do Comércio

Em um universo de 719 itens apresentados como participantes da Black Friday, 347, ou 48%, já foram até mais baratos antes de sexta-feira passada, ou, ao menos, apresentaram o mesmo valor anteriormente.

A reportagem acompanhou, desde outubro, a variação dos preços de 719 itens que receberam o selo de “Black Friday” ou que constaram em páginas especiais feitas pelas lojas para a data. Os produtos estiveram espalhados por sete dos maiores varejistas do País (foram considerados os preços on-line).

Pontofrio e Extra foram as lojas em que mais produtos apresentados como em promoção já tiveram o mesmo valor nos últimos 24 dias ou ficaram até mais caros. No primeiro, 68% dos itens analisados se encaixam nesse perfil, no segundo, 65%.

Um caso simbólico é o da geladeira duas portas da Electrolux, 475 litros, no Walmart. Na sexta-feira, ela era vendida como produto na Black Friday a R$ 2.908,00. No dia 12, ela estava a R$ 1.900,00. No Submarino, uma lava-roupa da Electrolux, de 16 kg, custava, na quinta-feira, dia 23, R$ 1.530,00. Um dia depois, ficou mais cara (R$ 1.597,00) e ganhou um selo “freak out” (loucura). O Magazine Luiza foi a loja com mais produtos analisados cujo preço na Black Friday é o mais baixo do período (92% dos itens monitorados). O item foi considerado como com desconto se ele estava, nesta sexta-feira, ao menos 5% mais barato que o menor valor visto nos 22 dias anteriores.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!