Ouro fecha em alta, com dólar mais fraco e Coreia do Norte no radar – Jornal do Comércio

O contrato futuro de ouro fechou em alta nesta segunda-feira, impulsionado pelo dólar mais fraco e pela possibilidade de um novo lançamento de míssil a ser realizado pela Coreia do Norte.

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o contrato de ouro para dezembro fechou em alta de 0,55%, a US$ 1.294,40 por onça-troy.

“Agora é tudo sobre o dólar”, disse o estrategista sênior de mercados da RJO Futures, Bob Haberkorn. No início da sessão desta segunda-feira, o ouro apresentou leves ganhos, refletindo a queda marginal do dólar ante outras moedas fortes, como iene e euro, com os investidores esperando por importantes eventos na semana, como a sabatina de Jerome Powell para a presidência do Federal Reserve e o depoimento da atual presidente da instituição, Janet Yellen, no Congresso.

Além disso, os investidores monitoram o andamento da reforma tributária nos EUA, com a votação do projeto dos senadores republicanos planejado para ocorrer na próxima quinta-feira no plenário do Senado. Dados importantes, com inflação e Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre também são esperados.

Durante a tarde, o ouro ampliou os ganhos de mais cedo, com investidores dirigindo-se a ativos considerados mais seguros, como o metal precioso, após a rede de TV japonesa TBS informar que o governo japonês está atento a movimentações na Coreia do Norte que indicam a possibilidade de novos lançamentos de mísseis balísticos. 

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!