Bolsas da Europa fecham em alta apoiadas por perspectivas positivas – Jornal do Comércio

Os mercados acionários europeus fecharam em alta nesta terça-feira,  apoiados pelo relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) sobre as perspectivas econômicas e, também, pelos testes de estresse de instituições financeiras britânicas realizados pelo Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês).

O índice pan-europeu Stoxx-600 fechou em alta de 0,56% (+2,14 pontos), aos 387,01 pontos.

Ao iniciarem o dia com leves ganhos, as bolsas europeias ampliaram o movimento de alta e se firmaram no campo positivo após a divulgação do relatório sobre as perspectivas econômicas da OCDE. A organização elevou a perspectiva de crescimento da zona do euro de 2,1% para 2,4% neste ano e de 1,9% para 2,1% em 2018. “Nós não vemos uma ruptura do padrão de crescimento”, comentou a economista-chefe da OCDE, Catherine L. Mann. Para ela, boa parte do recente impulso no crescimento se deve à continuidade das políticas de apoio de bancos centrais pelo mundo.

Em relação à economia alemã, a OCDE acredita que a maior economia da zona do euro terá expansão de 2,5% neste ano e de 2,3% no próximo. Na Alemanha, os investidores também se atentaram ao índice de confiança do consumidor, medido pelo instituto GfK, que apontou manutenção a 10,7 na leitura para dezembro, pouco abaixo do esperado por analistas (10,8). Nesse cenário, o índice DAX, da bolsa de Frankfurt, fechou em alta de 0,46%, aos 13.059,53 pontos.

A bolsa de Londres fechou em alta de 1,04%, aos 7.460,65 pontos, apresentando o melhor resultando entre os maiores índices europeus. Mais cedo, um teste anual de estresse realizado pelo Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) concluiu que os maiores bancos em operação no Reino Unido têm condições de suportar os efeitos de um eventual Brexit “desordenado”. O BC afirmou que o sistema bancário britânico continuará mantendo a capacidade de fornecer empréstimos mesmo que o Brexit provoque um grave revés econômico.

Entre as demais índices, a bolsa de Paris subiu 0,57%, para 5.390,48 pontos; a bolsa de Madri ganhou 0,81%, para 10.144,40 pontos; a bolsa de Milão avançou 0,52%, encerrando aos 22.291,77 pontos; e a bolsa de Lisboa fechou em alta de 0,28%, aos 5.276,95 pontos.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!