Impostos são entrave para atacadistas – Jornal do Comércio

A carga tributária brasileira continua sendo apontada como o principal fator impeditivo para o crescimento das vendas do setor atacadista do Rio Grande do Sul. Os altos impostos foram citados por 64,7% dos proprietários de estabelecimentos ouvidos nas Sondagens de Segmentos que a Fecomércio-RS realiza a cada semestre com o objetivo de criar um perfil das áreas pesquisadas e orientar as ações dos sindicatos da base da federação. A sondagem ouviu responsáveis por 385 empresas atacadistas do Estado no período de 10 a 20 de outubro. A maior parte (63,6%) das empresas consultadas está no mercado há mais de 10 anos.

A concorrência (27,3%) e a baixa demanda (19,7%) figuram na sequência como gargalos que impedem a expansão dos negócios. Para 47,0% dos entrevistados, o desempenho de vendas nos últimos seis meses foi regular, e a expectativa para 55,1% dos empresários é de que os negócios melhorem um pouco nos próximos seis meses. Embora as vendas não estejam em um nível satisfatório para a maioria, 57,7% das empresas afirmaram que utilizam recursos próprios/sócios para realizar investimentos. Recorrer a bancos e cooperativas é alternativa para 24,7%.

Entre os 385 estabelecimentos ouvidos, 47,8% afirmaram que a empresa não está em situação de endividamento, 29,1% estão com dívidas controladas e 7,5% indicam alto nível de endividamento. Em relação às finanças, 60,3% das empresas admitiram que realizam uma análise sobre a situação financeira da empresa todos os meses. A frequência semanal foi apontada por 15,6%. Ainda em relação às finanças, 63,9% afirmaram que a empresa dispõe de um controle informatizado de vendas e de estoques. Em 84,4% desses estabelecimentos do ramo atacadista, existe uma clara separação das finanças dos negócios e dos donos.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!