Volume de cheques devolvidos cai e atinge 1,80% em outubro, diz Serasa – Jornal do Comércio

O volume de cheques devolvidos pela segunda vez por falta de fundo no País diminuiu o ritmo de queda em outubro e atingiu 1,80% em relação a igual mês de 2016, conforme a Serasa Experian. Naquela ocasião de 2016, o nível de devolução foi de 2,52%. O dado de outubro é o menor para o mês desde 2010, quando alcançou 1,56%.

No mês passado, 761.812 cheques foram devolvidos e 42.335.890 foram compensados. Em outubro do ano passado, as devoluções atingiram 1.204.402 e as compensações alcançaram 47.802.370.

No acumulado do ano até outubro, o porcentual de documentos que voltou para o cliente por falta de fundo foi de 2,01%, menor que o de 2,36% apurado no mesmo período de 2016. Trata-se do resultado mais baixo desde 2013 (2,01%).

A retomada da renda real dos consumidores com a queda da inflação e a melhora do emprego estão ajudando a reduzir a inadimplência com cheques, afirmam os economistas da Serasa.

O Nordeste liderou o ranking de devoluções de cheques por falta de fundo, com 3,94%, enquanto a região Sul apresentou o menor porcentual, ficando em 1,67%, de janeiro a outubro.

Por Estados, o Amapá permaneceu na liderança: o nível de documentos devolvidos alcançou 15,81%. Em contrapartida, São Paulo registrou o volume mais baixo (1,60%).

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!