Atraso de salários do funcionalismo limita vendas nos minimercados gaúchos – Jornal do Comércio

O atraso no pagamento dos salários do funcionalismo público gaúcho tem impactado negativamente a situação financeira dos minimercados do Rio Grande do Sul. Os parcelamentos foram citados por 47,0% dos proprietários dos estabelecimentos como fator limitante de vendas, de acordo com o levantamento Sondagens Setoriais, realizado pela Fecomércio-RS e divulgado nesta quarta-feira (29). Apesar do cenário, a maioria (58,7%) dos 385 locais consultados ainda mantém a expectativa de que os negócios melhorem nos próximos seis meses.

Para 51,2% dos empresários, os últimos seis meses foram considerados ‘regular’ para as vendas. Sobre a previsão do desempenho da economia em 2018, a maior parte (43,1%) respondeu que ‘espera que melhore um pouco’.

A crise política e econômica no País é o maior entrave para a expansão das vendas, sendo citado por 71,9% dos entrevistados, seguido pela carga tributária (49,9%). Apesar da turbulência, 79,7% do total dos estabelecimentos consultados não dispensaram funcionários, medida que acabou sendo tomada por 19,5% dos empresários. A grande maioria dos minimercados gaúchos (82,1%) emprega de uma a cinco pessoas.

Para ampliar as vendas, 64,7% dos minimercados do Estado apostam em canais que possibilitam a entrega a domicílio. Outros 42,1% realizam continuamente ações para promover produtos específicos, sendo que a estratégia mais utilizada é anunciar no próprio estabelecimento por meio de cartazes (78,6%).

Em relação à forma de pagamento, chama a atenção o percentual de lojas que não aceitam cartão de crédito (30,4%). Já as redes sociais como ferramenta de divulgação do negócio e relacionamento com clientes são utilizados por 60,3% dos estabelecimentos.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!