Abear: rejeição do projeto de ICMS pelo Senado impede criação de voos no País – Jornal do Comércio

A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) lamentou, em nota, a rejeição do Projeto de Resolução do Senado (PRS) 55/2015, que previa a alíquota máxima de 12% para a cobrança de ICMS sobre o combustível de aviação.

Para a associação, a não aprovação do texto pelo plenário do Senado “impedirá a retomada e criação de voos no País”. Por meio de suas associadas, a Abear havia prospectado a viabilidade de criar 198 novas frequências caso o projeto fosse aprovado.

“A Abear entende que a decisão afasta a aviação comercial das boas práticas internacionais e coloca obstáculos para o aumento da competitividade do setor e à sua vocação de promover a integração nacional pela democratização do transporte aéreo”, escreve.

Ainda de acordo com a entidade, o projeto também iria possibilitar a ampliação do mercado de táxi aéreo para a Amazônia e Nordeste, além de fortalecer do agronegócio.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!