Produção de aço bruto no ano até outubro subiu 8,5%, aponta IABr – Jornal do Comércio

A produção de aço bruto no Brasil subiu 8,5% de janeiro a outubro de 2017, atingindo 28,513 milhões de toneladas, informou nesta quinta-feira, 30, o Instituto Aço Brasil (IABr). As vendas internas subiram 0,9% no período, para 14,055 milhões de toneladas.

As exportações de aço bruto nos primeiros dez meses do ano tiveram alta expressiva, de 14,3%, para 12,569 milhões de toneladas, devido a uma base menor de comparação, influenciada pela entrada em operação da Companhia Siderúrgica de Pecém (CSP). Sem a nova usina, a queda de exportação seria de 2,3%, informou o IABr.

O consumo aparente, que mede a produção local mais a importação, subiu 4,8% até outubro, para 16,022 milhões de toneladas.

O IABr reviu para cima as previsões para 2017 e 2018. Segundo o instituto, a produção de aço bruto deverá totalizar 34,154 milhões de toneladas em 2017, alta de 9,2%, contra estimativa anterior de crescimento de 3,2%. A revisão se deveu à entrada em operação da CSP, segundo o IABr.

Mesmo assim, o IABr informa que esse volume retoma ao mesmo patamar de 2005, o que demonstra que não está havendo a recuperação na economia que o governo vem falando.

“Não existe essa recuperação bombástica, estamos correndo atrás do prejuízo, voltamos ao patamar de 2005”, disse o presidente do Conselho Diretor do IABr, Alexandre Lyra.

Apesar disso, o IABr também melhorou as projeções para as vendas internas este ano, que passaram de uma queda de 1,3% para alta de 1,2%, ou 16,723 milhões de toneladas.

Para 2018, a previsão é de alta de 4,1% nas vendas internas, para 17,414 milhões de toneladas. O consumo aparente também foi revisto, de uma alta de 1,1% anteriormente para alta de 5,2%, ou 20,104 milhões de toneladas.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!