Mutirão para renegociar dívidas começa com procura moderada – Jornal do Comércio

O primeiro dia do mutirão de renegociação de dívidas promovido pelo Procon Porto Alegre não alcançou a movimentação esperada. Enquanto a última edição do evento chegou a realizar 300 atendimentos em um dia, até o meio da tarde desta quinta-feira, apenas 50 pessoas haviam passado pelos guichês de renegociações montados no prédio 50 da Pucrs.

A diretora do Procon Porto Alegre, Sophia Vial, atribui o baixo movimento às comemorações na cidade pela vitória do Grêmio na Copa Libertadores da América na quarta-feira. “Acredito que haja, inclusive, dificuldade de locomoção no transporte público em razão dos focos de torcedores pela cidade”, comenta. Aqueles que desejam aproveitar a oportunidade, diz, ainda têm das 8h30min às 17h desta sexta-feira para comparecer à universidade sede do evento.

É possível ser atendido no mutirão pelos bancos Agiplan, Caixa Econômica Federal, Itaú, Bradesco, Santander, Banrisul, e Portocred. Outras instituições, como Banco do Brasil, BMG, BV Financeira, Intervalor e Cetelem, atenderão os interessados em realizar a renegociação por meio do www.portaldoconsumidor.gov.br. Participam também do evento as telefônicas Vivo, Claro, Oi e TIM.

A consumidora Maria de Lourdes Bueno aproveitou a oportunidade para fazer a dívida de seu telefone fixo e móvel com a Vivo caber no orçamento. Com a negociação, uma dívida de pouco mais de R$ 1 mil foi dividida para ser paga em uma entrada de R$ 100,00, mais sete parcelas de R$ 65,00 e quatro parcelas de R$ 46,00. “Foi satisfatório, esperava um pouco mais, mas assim, ao menos, conseguirei pagar”, explica Maria de Loures, que indicará o evento para familiares.

Sophia lembra que as dívidas mais usuais, e as de mais fácil negociação, são de cartões de crédito e empréstimos consignados. “Alguns bancos estão dando 100% de desconto nos juros, outros optam por 50%. É um bom momento para economizar e quitar as dívidas”, argumenta. A diretora orienta que os consumidores que não puderem estar presentes no evento não deixem que a dívida se arraste e procurem o portal do consumidor, que é o canal oficial de renegociação, idealizado pelo Ministério da Justiça, pela área de dificuldade de negociações e parcelamento de dívidas.

Além do Procon Porto Alegre, o evento é promovido pela Escola de Direito e de Finanças da universidade, por meio do Grupo de Estudos Superendividamento, composto por Procon-RS e Balcão do Consumidor da instituição de ensino.

 

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!