Ouro fecha em alta, com turbulência político envolvendo Trump – Jornal do Comércio

O contrato futuro de ouro fechou em alta nesta sexta-feira (1), apoiado por um novo tumulto político em Washington envolvendo, diretamente, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. 

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro para fevereiro fechou em alta de 0,44%, a US$ 1.282,30 por onça-troy.

Na tarde desta sexta-feira, a rede de TV americana ABC relatou que o ex-conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca Michael Flynn, planeja testemunhar contra Trump no âmbito das investigações da suposta interferência russa na eleição presidencial americana. De acordo com a ABC, Flynn está preparado para dizer que Trump pediu a ele que entrasse em contato com as autoridades russas.

Para analistas, a menção direta a Trump provocou a compra de ativos considerados mais seguros, como o ouro, que é visto pelos investidores como um paraíso em tempos de turbulências geopolíticas. “Tudo o que implica diretamente o presidente é um grande negócio para o ouro”, comentou o diretor de operações de metais da BMO Capital Markets, Tai Wong.

A queda do dólar também foi provocada pelo caso Flynn e deu apoio adicional ao ouro, que chegou a subir 0,9% O índice do dólar (DXY), que mede a moeda americana com outras seis divisas fortes, chegou a perder momentaneamente o nível dos 93,0 pontos quando as notícias sobre a delação premiada vieram à tona. 

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!