Dólar fecha em queda, mas cautela persiste com Previdência – Valor

SÃO PAULO  –  O dólar encerrou o primeiro dia da semana em queda moderada. A divisa americana cedeu 0,28%, a R$ 3,2470, ficando mais próxima da mínima do dia (R$ 3,2427) do que da máxima (R$ 3,2627).

A cotação está 1,26% abaixo do pico alcançado na quinta-feira passada, auge do estresse nos mercados por causa da incerteza com a Previdência. Por outro lado, segue 1,40% acima da mínima atingida na quarta, quando havia mais confiança na votação do texto ainda neste ano.

Num dia de fortalecimento do dólar em todo o mundo, o real foi a divisa com o quarto melhor desempenho global. Apenas nove de 33 pares da moeda americana ganhavam terreno nesta segunda-feira.

Depois da forte alta durante dois dias na semana passada, investidores evitaram puxar o dólar mais para cima à espera de notícias mais concretas. Por ora, no entanto, o mercado tem para analisar apenas uma série de comentários de líderes partidários; do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles; e do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a respeito da reforma da Previdência. O líder do PSDB na Câmara rebateu declarações de Meirelles, enquanto Maia afirmou que afirmações do ministro em entrevista ao jornal “Folha de S.Paulo” “não ajudam”.

Nesta segunda-feira, Maia disse estar “realista” sobre a possibilidade de votar o projeto da reforma em plenário da Casa até dia 13. O líder da Câmara ressaltou ter ficado satisfeito com encontro realizado no domingo com líderes partidários e os presidentes dos partidos da base governista para discutir a perspectiva de votação ainda neste ano. Mas ponderou que sem PSDB, DEM, PP e PMDB não há reforma da Previdência.

Um ponto de cautela é o PSDB, que segue fechar questão sobre a reforma da Previdência. O líder tucano na Câmara, Ricardo Tripoli (SP), afirmou hoje que Meirelles perdeu a “noção de juízo” ao tentar, segundo o deputado, atrelar a não aprovação da reforma ao PSDB.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!