Sem reforma, S&P deve cortar rating brasileiro – Valor

A não aprovação da reforma da Previdência até o período pré-eleitoral de 2018 deve levar a S&P a rediscutir a nota soberana do Brasil, que hoje é “BB”, dois degraus abaixo do nível de investimento, e encontra-se com perspectiva negativa. “Esse é um projeto chave para a atual administração e, se não der em nada, se não houver nenhuma reforma significativa, poderíamos considerar como uma indicação negativa”, disse o líder mundial de análise de ratings soberanos da S&P Global Ratings, Moritz Kraemer.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!