Petróleo sobe com possível movimento dos EUA para mudar embaixada em Israel – Jornal do Comércio

Os contratos futuros de petróleo fecharam em alta nesta terça-feira (5), apoiados pela possibilidade de novas tensões entre israelenses e palestinos, que podem ser desencadeadas pelos Estados Unidos. Além disso, o acordo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) continuou no radar dos investidores.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o petróleo WTI para janeiro fechou em alta de 0,36%, a US$ 57,62 por barril. Já na Intercontinental Exchange (ICE), o barril do petróleo tipo Brent avançou 0,65%, a US$ 62,86.

Nesta terça-feira, a agência de notícias oficial palestina WAFA e o porta-voz do líder palestino Mahmoud Abbas, Nabil Abu Rdeneh, informaram que o presidente americano, Donald Trump, conversou com Abbas sobre os planos para mover a embaixada dos EUA em Israel de Tel-Aviv para Jerusalém, além de poder considerar Jerusalém a capital israelense. Para Rdeneh, a ação pode gerar abalos na segurança e na estabilidade tanto na região quanto no mundo.

Se a mudança acontecer, “as coisas ficarão ainda mais complicadas. Essa ação colocará um obstáculo ao processo de paz. Talvez seja o fim do processo de paz”, afirmou Rdeneh a repórteres, pouco depois da ligação entre Trump e Abbas. Para Dan Flynn, da consultoria Price, “se os EUA reconhecerem Jerusalém como a capital de Israel, estarão cruzando uma linha vermelha, assim como grupos terroristas fazem”.

No início do dia, os preços do petróleo operaram em queda, mas passaram a subir no fim da manhã, com uma visão ainda positiva em torno do acordo entre a Opep e um grupo de produtores de fora do cartel, liderado por Moscou. “A Arábia Saudita e a Rússia mostraram um compromisso mais forte em expandir os cortes na semana passada do que esperávamos”, disse o Goldman Sachs em nota a clientes.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!