PP diz que aguarda data de votação para decidir sobre Previdência – Jornal do Comércio

O presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI), afirmou nesta terça-feira (5) que aguarda a definição da data da votação da reforma da Previdência no plenário da Câmara dos Deputados para decidir sobre o fechamento de questão a favor da proposta. Em nota, o parlamentar piauiense disse que irá defender o fechamento de questão, pois a aprovação da reforma é “imprescindível” para o Brasil.

“Diante das discussões acerca da PEC 287/2016 Reforma da Previdência, o Progressistas esclarece que aguarda a decisão do Governo de pautar o texto para votação no Plenário da Câmara do Deputados. Após definição do Governo, a Presidência do partido irá reunir a bancada para defender fechamento de questão para votação da Reforma, cuja aprovação é imprescindível para o País”, disse Nogueira na nota.

O documento foi divulgado após notícias de que o PMDB deve marcar até quinta-feira reunião da executiva nacional da legenda para decidir sobre o fechamento de questão a favor da reforma da Previdência.

O presidente do partido, senador Romero Jucá (RR), deve marcar a reunião da executiva nesta quarta-feira, quando chega ao Brasil, após viagem em missão oficial à China. O encontro pode acontecer já na quarta ou na quinta-feira.

Pela manhã, o líder do PMDB na Câmara, Baleia Rossi (SP), disse acreditar que a executiva já tem maioria para aprovar o fechamento de questão. Após consultar os deputados do PMDB, ele afirmou que a maioria da bancada do partido, a maioria da Casa, com 60 deputados, é a favor da reforma e, por isso, encaminhará à executiva n pedido para o fechamento de questão. “A bancada vai encaminhar. Agora é só a executiva deliberar”, disse.

Como mostrou na segunda-feira o Broadcast, o presidente Michel Temer trabalha para que, pelo menos, seis partidos – PMDB, PSDB, PP, DEM, PRB e PTB – que reúnem 219 deputados, fechem questão a favor da reforma.

A maioria dos partidos, contudo, considera que isso só será possível se o PMDB, partido de Temer, e o PSDB tomarem a dianteira. O PSDB já marcou reunião para esta quarta-feira (6) para decidir sobre o tema.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!