Dólar à vista tem queda pontual com ingresso de fluxo de captações – Jornal do Comércio

Diante da liquidez baixa em meio a incertezas sobre o andamento da reforma da Previdência na próxima semana na Câmara, o dólar registrou nova mínima no mercado à vista na manhã desta quarta-feira (6) aos R$ 3,2353 (-0,02%), mas voltou a subir. Já o dólar futuro de janeiro caía 0,11%, aos R$ 3,2460, ante mínima aos R$ 3,2455 (-0,12%).

É o fluxo de entrada de captações corporativas que traz pressão de baixa (Itaú e Minerva), disse o operador de câmbio da corretora Fair Hideaki Iha.

O frigorífico Minerva, segundo fontes do Broadcast (serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado), fez uma captação de US$ 500 milhões em bônus de 10 anos e o Itaú Unibanco, uma emissão de US$ 1,5 bilhão.

Às 10h44min, a moeda à vista já tinha viés de alta de 0,05%, aos R$ 3,2373.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!