Ibovespa amplia alta para 1% após PMDB fechar questão por Previdência – Jornal do Comércio

A expectativa por definições a respeito da reforma da Previdência continuou a dar o tom dos negócios na bolsa nesta quarta-feira, 6, trazendo volatilidade ao Índice Bovespa. O índice alternou altas e baixas ao longo do pregão e acabou por fechar em alta de 1,00%, aos 73.268,35 pontos. Contribuiu para esse desempenho a confirmação, pouco antes das 17h, de que o PMDB, partido do presidente Michel Temer, decidiu fechar questão em favor da reforma.

Maior bancada da Câmara, com 60 deputados, o PMDB tomou a decisão durante reunião da executiva. Com isso, o partido tenta obrigar seus deputados a votarem a favor da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) da reforma. Mais cedo, o PTB já havia anunciado que fechara questão em favor da matéria. Com a decisão do partido de Temer, a expectativa do governo é de que outras siglas da base aliada sigam o exemplo e também fechem questão a favor da reforma nos próximos dias. O PSDB, que também teve reunião de direção nesta quarta-feira, já havia decidido não fechar questão antes que o governo apresente uma data de votação.

Ao longo de todo o dia, as atenções no mercado se concentraram em notícias que pudessem indicar um placar de votação, mas as informações emitidas pela base do governo voltaram a divergir. Pela manhã, o relator da reforma, Arthur Maia (PPS-BA), disse que o governo tinha entre 290 e 310 votos. Já o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse não saber se havia os votos necessários. “Vamos aguardar. Hoje de amanhã não tinha, vamos esperar hoje à noite e ver se consolidação dos votos aparece”, afirmou.

“O mercado vive um momento de final de campeonato de futebol, onde estamos jogando já na prorrogação. A ansiedade é grande e, por isso, cada vez que surge alguma notícia o mercado reage pontualmente”, disse Raphael Figueredo, sócio da Eleven Financial. O analista ressalta que o clima de cautela ainda deve permanecer no mercado de ações e chama a atenção para o volume de negócios do dia, que permaneceu em patamar reduzido (R$ 8,4 bilhões), apesar da melhora de humor no período da tarde.

No momento em que o PMDB oficializou o fechamento de questão em favor da Previdência, o Ibovespa operava em leve alta, patrocinada por uma forte melhora nas ações da Petrobras e por uma leve recuperação das ações do setor financeiro. Com a notícia, o índice acelerou o ritmo e chegou a subir 1,20%. Ao final do dia, Petrobras ON e PN subiram 0,50% e 1,37%, apesar do desempenho majoritariamente negativo dos preços do petróleo no exterior. Entre os bancos, BB ON subiu 3,03%, Itaú Unibanco PN ganhou 1,06% e Bradesco PN, 1,04%.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!