Bolsa sobe, e dólar cai após PMDB fechar questão por Previdência – Jornal do Comércio

A expectativa por definições a respeito da reforma da Previdência continuou a dar o tom dos negócios na bolsa ontem trazendo volatilidade ao Índice Bovespa. O índice alternou altas e baixas ao longo do pregão e acabou por fechar em alta de 1,00%, aos 73.268 pontos. Contribuiu para esse desempenho a confirmação, pouco antes das 17h, de que o PMDB decidiu fechar questão em favor da reforma.

No momento em que o PMDB oficializou o fechamento de questão em favor da Previdência, o Ibovespa operava em leve alta, patrocinada por uma forte melhora nas ações da Petrobras e por uma leve recuperação das ações do setor financeiro. Com a notícia, o índice acelerou o ritmo e chegou a subir 1,20%. Ao final do dia, Petrobras ON e PN subiram 0,50% e 1,37%, apesar do desempenho majoritariamente negativo dos preços do petróleo no exterior. Entre os bancos, BB ON subiu 3,03%, Itaú Unibanco PN ganhou 1,06% e Bradesco PN, 1,04%.

Ao longo de boa parte da sessão, o dólar pareceu dançar ao som de um bolero. O famoso dois para lá, dois para cá reforçou que os investidores estavam em compasso de espera, com a moeda americana oscilando do lado positivo para o negativo em poucos minutos, sem força para criar tendência de alta ou de baixa. No entanto, quando o PMDB anunciou o fechamento de questão favorável à aprovação da reforma da Previdência, a divisa deixou a alternância de sinais de lado e passou a cair sem novos repiques. Com isso, o dólar à vista encerrou a sessão desta quarta-feira com queda de 0,06%, a R$ 3,2339. O giro foi de US$ 1,324 bilhão.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!