Pessimismo com Previdência faz bolsa cair 1,07%; dólar sobe 1,70% – Jornal do Comércio

O desânimo do investidor com o andamento da reforma da Previdência trouxe fortes perdas à Bovespa nesta quinta-feira. A constatação de que as chances de aprovação da reforma este ano são cada vez menores levou o Ibovespa a registrar perda de até 2,61% pela manhã. À tarde, a alta dos preços do petróleo e das bolsas de Nova Iorque ajudou a bolsa a corrigir excessos e o índice terminou o dia em baixa mais moderada, de 1,07%, aos 72.487 pontos. Os negócios somaram R$ 9,049 bilhões, dentro da média das últimas semanas.

As quedas da bolsa atingiram praticamente todas as blue chips, com destaque para o setor financeiro, o mais importante na composição do Ibovespa. Banco do Brasil ON, ação bastante sensível ao risco político, terminou o dia em queda de 3,87%. As ações da Petrobras recuaram 0,88% (ON) e 1,68% (PN), apesar das altas do petróleo no mercado internacional.

Depois de superar a casa dos R$ 3,30 na parte da manhã, o dólar reduziu o ritmo de alta e oscilou ao redor dos R$ 3,29 até o encerramento da sessão. O arrefecimento da tarde veio em linha com o número menor de declarações acerca da reforma da Previdência, tema que está há dias no radar dos investidores. O dólar à vista fechou em alta de 1,70%, a R$ 3,2888. O giro foi de US$ 1,522 bilhão.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!