Cobre opera em alta, ainda em recuperação após queda forte da semana passada – Jornal do Comércio

O cobre opera em alta na manhã desta segunda-feira (11), embora o movimento seja modesto em Nova Iorque. O metal ainda passa por uma recuperação, após uma queda acentuada no início da semana passada. Além disso, o dólar em geral um pouco mais fraco também colabora para o movimento.

Às 9h55min (de Brasília), o cobre para três meses subia 0,4%, a US$ 6.604 a tonelada, na London Metal Exchange (LME). Ainda assim, o metal industrial recuava 3% na comparação semanal em Londres. Às 10h05min, o cobre para março tinha alta de 0,13%, a US$ 2,9825 a libra-peso, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex).

Em relação ao movimento do câmbio, o dólar um pouco mais fraco aumenta o apetite dos investidores pelo cobre, já que assim ele fica mais barato para os detentores de outras moedas.

Além disso, dados fortes da balança comercial chinesa, divulgados na sexta-feira, ajudam a apoiar o metal.

Entre outros metais básicos negociados na LME, o zinco subia 0,6%, a US$ 3.106 a tonelada, o alumínio recuava 0,32%, a US$ 2.010,50 a tonelada, o estanho tinha baixa de 0,15%, a US$ 19.420 a tonelada, o níquel caía 0,37%, a US$ 10.915 a tonelada, e o chumbo avançava 0,79%, a US$ 2.472,50 a tonelada.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!