Operação combate fraudes previdenciárias no Rio Grande do Sul – Jornal do Comércio

A Polícia Federal (PF) e a Receita Federal realizaram na manhã de ontem a Operação Vínculo contra a fraude na obtenção de benefícios junto ao INSS e de seguro desemprego. Iniciada em setembro, segundo a PF, a investigação identificou a atuação de um contador, que informava à Previdência Social vínculos inexistentes de trabalhadores com empresas do Litoral Norte, já encerradas, a fim de obter benefícios junto ao INSS e ao Ministério do Trabalho e Emprego (Seguro Desemprego).

De acordo com a PF, foi possível apontar prejuízo de R$ 410 mil como resultado da atuação dos criminosos. Mas no entendimento dos investigadores, com base na expectativa de vida dos beneficiários, o valor poderia chegar a aproximadamente R$ 1,3 milhão.

“O prejuízo total, caso não fosse interrompida a prática e apresentados à Autarquia os vínculos falsos, é incalculável, já que possibilitaria a concessão dos mais variados benefícios previdenciários, aí incluídas aposentadorias”, diz nota divulgada pela PF.

O crime investigado na Operação Vínculo é o estelionato majorado, porque foi praticado contra a União. A pena pode para esse tipo de crime pode chegar a seis anos e meio de prisão.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!