McDonald’s questiona Euromonitor sobre dados do Brasil em fast food – Valor

SÃO PAULO  –  A Arcos Dorados, operadora do McDonald’s na América Latina, decidiu questionar a consultoria Euromonitor sobre cálculos feitos pela empresa a respeito da participação de mercado do Burger King e do McDonald’s no país, apurou o Valor.

Esses números têm sido repetidos em relatórios de corretoras para clientes a respeito da decisão de investimento no país do Burger King, controlado pelo 3G capital.

O questionamento ocorre dias antes da definição do preço da ação do Burger King no Brasil, valor que deve ser fechado amanhã (14), quando será possível determinar o montante a ser movimentado na oferta pública inicial de ações (IPO, da sigla em inglês). O início das negociações das ações na bolsa deve ocorrer na segunda-feira (18) que vem.

Segundo fonte, a Arcos Dorados já encaminhou pedido de esclarecimento à Euromonitor, que respondeu que deve se posicionar amanhã.

A Arcos Dorados não comenta o assunto. A Euromonitor preferiu não se manifestar.

No material da consultoria, a Euromonitor calcula que a participação de mercado do Burger King, de 8% das vendas em 2011 (quando a rede entrou no país) foi a 31,6% no fim de 2016. Nesse mesmo período, a participação do McDonald’s no Brasil caiu de 76,1% para 52,2%.

Nos cálculos da Arcos Dorados, considerando essas fatias de mercado, de 52,2% da Arcos e de 31,6% do Burger King, a relação entre as empresas era de 1,7 vezes em 2016. No entanto, ao se comparar as vendas de cada companhia (número base para a definição de participação de mercado), a diferença nessa relação é maior.

No Brasil, o McDonald’s vendeu no ano passado R$ 6,3 bilhões, enquanto o rival, R$ 1,77 bilhão, ou seja, diferença de 3,6 vezes.

Uma das questões nessas análises é que não há uma associação do setor com dados do mercado brasileiro de “fast food” que seja considerado como crível pelo mercado. E isso torna mais difícil as análise de “market share” das companhias — um aspecto que tem sido avaliado pelo mercado na decisão de investimento no Burger King.

A oferta inicial de ações do Burger King Brasil deve movimentar entre R$ 1,544 bilhão e R$ 1,917 bilhão, de acordo com informações divulgadas ao mercado. Cada ação será vendida por um preço entre R$ 14,50 e R$ 18.

Amanhã, o Burger King determinará  o preço de suas ações. A companhia antecipou para hoje o envio dos pedidos de reserva, sendo que anteriormente eles podiam ser feitos até o dia 14.

(Colaborou Carolina Mandl)

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!