Petróleo fecha em queda pressionado por dólar, DoE e expectativa por Opep – Jornal do Comércio

Os contratos futuros de petróleo encerraram o pregão desta terça-feira (12) em queda forte, pressionados pelo fortalecimento do dólar fora dos Estados Unidos e por projeções do Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês), bem como a expectativa dos investidores antes da divulgação dos apontamentos da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

Na Intercontinental Exchange (ICE), em Londres, o Brent para fevereiro fechou em queda de US$ 1,35 (-2,08%), a US$ 63,34 por barril. Já o WTI para janeiro, negociado na New York Mercantile Exchange (Nymex), caiu US$ 0,85 (-1,47%), para US$ 57,14.

Os futuros de petróleo viraram de posição ao longo da sessão desta terça-feira. Pela manhã, os contratos se aproximavam do maior nível em dois anos e meio, influenciados pela paralisação das atividades do oleoduto de Forties, no Reino Unido. Depois, começou a pesar um movimento de realização de lucros. O gatilho foi a disparada do dólar no mercado internacional, depois de o vice-líder republicano no Senado, John Cornyn (Texas), afirmar que um acordo entre deputados e senadores da sigla quanto às mudanças no sistema de impostos do país pode ocorrer em breve.

No meio da tarde, o DoE elevou a projeção da produção americana de petróleo em 2018, de 9,95 milhões de barris por dia (bpd) para 10,02 milhões de bpd.Além disso, operadores citaram a cautela antes do relatório mensal da Opep, que será divulgado na manhã desta quarta-feira.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!