Reforma tributária dos EUA pode prejudicar a Alemanha – Exame

Frankfurt – A reforma tributária planejada nos Estados Unidos beneficiará os países europeus com impostos baixos, mas será prejudicial àqueles com taxas mais altas, como a Alemanha, afirma o instituto ZEW.

Em estudo sobre o impacto das mudanças planejadas em Washington sobre a competição tributária internacional, o ZEW e a Universidade de Mannheim concluíram que a Alemanha, com uma carga tributária efetiva de 28,2%, deve perder atratividade para investimentos vindos de companhia dos EUA, já que carga média na União Europeia é de 20,9%.

“A reforma tributária dos EUA não apenas impulsiona a competição em impostos entre o país e a Europa. Além disso, a competição por investimentos americanos entre os membros da UE deve aumentar”, afirmou o economista Christoph Spengel, do ZEW. “A Alemanha é a perdedora”, sustenta ele.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!