Ainda em reação a revés na PEC da Previdência, Bovespa abre em queda – Jornal do Comércio

A Bovespa abriu em queda nesta quinta-feira (14) ainda numa reação dos agentes econômicos ao revés no andamento da Reforma da Previdência. Os agentes econômicos reagem com cautela no “day-after” a mais uma reviravolta sobre a PEC enquanto aguardam a possível leitura do texto do relator, deputado Arthur Maia, nesta quinta.

Na quarta-feira (13) o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirmou que a leitura poderia ocorrer, mas que não haverá discussão, rito regimental que antecede a votação.

Do exterior, a influência para a Bolsa brasileira é mista. Os índices acionários futuros em Nova Iorque estão em alta desde cedo, mas as commodities – como petróleo e minério de ferro – têm um dia de desvalorização.

Na Europa, as bolsas também estão com sinal negativo ainda que numa taxa de depreciação menor do que o observado mais cedo. A Bolsa de Londres e os principais índices acionários europeus diminuíram as perdas logo após o Banco da Inglaterra (BoE) manter a taxa básica em 0,50%.

Mesmo após a alta dos juros nos EUA na quarta-feira pelo Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), o BC britânico reiterou que qualquer alta nos juros será limitada e gradual, o que pesou sobre a divisa e favoreceu os índices acionários.

Às 10h20min, o Ibovespa caía 0,76% aos 72.363 pontos. Na mínima, recuou 1,06% aos 72.144 pontos.

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!