Dólar à vista passa a subir com impasse sobre reforma da Previdência e exterior – Jornal do Comércio

O dólar à vista passou a subir, se alinhando à alta do dólar futuro de janeiro, precificando o impasse sobre a reforma da Previdência. Segundo o gerente de mesa de derivativos de uma gestora de recursos, ainda há dúvida se a votação da reforma será em fevereiro por causa dos interesses eleitorais ou ficará para 2019.

Os investidores aguardam agora a leitura do relatório da reforma na Câmara.

O dólar também se fortaleceu no exterior, com impacto aqui, disse o mesmo gerente, na esteira da decisão do Banco da Inglaterra de manter a taxa básica de juros em 0,50%.

A instituição reforçou o gradualismo, embora tenha notado na ata de dezembro que a inflação está perto do pico, após atingir 3,1% em novembro.

Pela manhã, o Banco Central Europeu também anunciou a manutenção dos juros. A taxa de Depósito segue negativa em 0,4%.

Na máxima, o dólar à vista subiu aos R$ 3,3334 (+0,32%). O dólar janeiro atingiu máxima em R$ 3,3380 (+0,59%).

Fonte Oficial: Jornal do Comércio.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!