Fitch: Atraso na Previdência enfatiza riscos incorporados ao rating – Valor

SÃO PAULO  –  A agência de classificação de risco Fitch Ratings comentou hoje o adiamento da votação da reforma da Previdência para fevereiro e destacou, em nota, que o atraso enfatiza os riscos negativos incorporados à perspectiva negativa atribuída ao rating soberano do Brasil, atualmente em “BB”.

De acordo com o texto, assinado pelo diretor da agência para a América Latina, Todd Martinez, a “janela de oportunidade” para a uma reforma significativa antes do ciclo eleitoral de 2018 está se reduzindo.

“Outros atrasos ou diluição [da reforma] representam riscos para a viabilidade do limite de gastos e estabilização da dívida no médio prazo, bem como riscos potenciais para a confiança do mercado e processo de recuperação em curso no curto prazo”, afirma.

Fonte Oficial: Valor.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!